fbpx
PALMILHAS
Palmilhas de alinhamento e correção postural

Realinha a estrutura biomecânica do paciente, prevenindo lesões, deformidades e dispêndio desnecessário de energia. Podem ser confeccionadas para adultos, crianças e idosos.

Palmilhas para pés diabéticos ou neuropáticos

Auxilia o realinhamento, mas principalmente redistribui as pressões, prevenindo calosidades, feridas e úlceras.

Palmilhas desportivas

Ajuda o realinhamento, mas otimizando a função, potencializando a economia de energia e o amortecimento e impulsão.

ÓRTESES
Órteses supramaleolares

Destinadas a pacientes neurológicos e/ou ortopédicos no realinhamento da articulação subtalar, médio-társica e antepé, sem limitar a flexão plantar e dorsal.

Órteses tipo AFO (ankle foot orthosis) ou órteses tornozelo e pé

Recomendadas para pacientes neurológicos e/ou ortopédicos no realinhamento da articulação tíbio-társica, subtalar, médio-társica e antepé, com imobilização do tornozelo (órtese rígida) ou limitando a flexão plantar e auxiliando a flexão dorsal (articulada).

Órteses de joelho

Utilizadas em pacientes ortopédicos ou neurológicos podendo ser utilizadas para contenção de geno valgo ou geno varo, genu recurvatum, lesões ligamentares e, principalmente, osteoartrose.

COLETES
Coletes para osteoporose

Órteses para coluna com indicação na osteoporose e na hipercifose, bem como para imobilização de fraturas estáveis toracolombares. O modelo mais luxuoso oferece acolchoamento antialérgico e com maior conforto.

Coletes para fraturas estáveis de coluna

Indicados para fraturas estáveis, lumbago, dor nas costas frequente e muito forte, alterações degenerativas das articulações facetarias, osteocondrite, espôndilo artrose, condições irritadoras das articulações sacroilíacas, dor lombar com ciática, espondilose, espondilólise menor, espondilolistese, protrusão do disco intervertebral ou saliências do disco.

Coletes 3D WRC para tratamento de escoliose associado à fisioterapia

Pesquisas evidenciam que as órteses com o príncipio biomecânico aplicado nos três planos de movimento; frontal, sagital e transverso apresentam resultados mais satisfatórios do que os braces convencionais. Tratam de escoliose considerando os movimentos e a biomecânica em 3D dos segmentos vertebrais.